Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PiiCiE Mora

#euaprendocomPiiCiEMora

#euaprendocomPiiCiEMora

Aprometido - Nova criação da PédeXumbo

14.08.20, PiiCiE Mora

Aprometido - Nova criação da PédeXumbo - 13, 14 e 15 de agosto, em Évora

Aprometido é o nome da nova criação da PédeXumbo com Joana Ricardo, Márcio Pereira e Marta Guerreiro, que volta ao tema dos Mastros Tradicionais. Terá lugar nos próximos dias 13, 14 e 15 de agosto, às 21h30, no Pátio dos Antigos Celeiros da EPAC (Rua Eborim), em Évora.

Potenciando as áreas artísticas dos membros da equipa residente, entre a música e a dança, a PédeXumbo está a promover uma residência artística para a criação deste espetáculo, que tem como foco os Mastros de Promessa. Esta criação volta assim ao tema dos Mastros Tradicionais, dando continuidade à investigação desenvolvida pela associação desde 2017, no concelho de Odemira, com os projetos A Ciência de Um Baile de Mastro e Da Terra ao Céu.

lotação é de 30 lugares/sessão, sendo necessário efetuar reserva de bilhete a adquirir online.


Mais informação e reservas: www.pedexumbo.comvitoria.valverde@pedexumbo.com

#euaprendocomPiiCiEMora

#Receitas - Croissants caseiros

14.08.20, PiiCiE Mora

Uns croissants caseiros excelentes para um pequeno-almoço em casa, acompanhados de manteiga e compota, ou para o lanche, com uma fatia de queijo e outra de fiambre, aquecidos na torradeira. A receita é do chef Rui Ribeiro.

Ingredientes

Farinha T65500 g
Leite morno250 ml
Fermento de padeiro fresco15 g, ou 5 g de seco
Açúcar50 g
Ovo1
Sal fino5 g

Montagem

Manteiga amolecida para as camadas50 a 60 g
Gema de ovo1

Preparação

Comece por colocar a farinha em cima da bancada da cozinha limpa.

Forme uma cavidade no centro, adicione o açúcar, o leite, a manteiga e o ovo. Tenha o cuidado de reservar cerca de 30 ml do leite já medido.

Esfarele, por cima, o fermento e comece a amassar, puxando a farinha para o centro.

Adicione o sal e continue a misturar todos os ingredientes. Se a massa estiver demasiado seca, adicione o leite reservado.

Deverá trabalhar a massa até que esta se descole das mãos e da bancada, evitando adicionar mais farinha.

Se utilizar a batedeira, deverá colocar todos os ingredientes na taça e trabalhar com o gancho/espiral de amassar, durante uns dez minutos numa velocidade baixa.

Assim que a massa estiver lisa e elástica, forme com ela uma bola e deposite-a num a taça previamente untada com um pouco de óleo.

Tape com película aderente ou com um pano e deixe repousar por cerca de duas horas a temperatura ambiente.

Quando a massa tiver duplicado o seu volume, pese-a e divida em oito porções com o mesmo peso/tamanho.

Forme bolas e comece a esticar até obter um círculo com cerca de 30 cm. Pode polvilhar com um pouco de farinha, mas evite-a ao máximo.

Pincele o seu disco de massa com um pouco de manteiga amolecida e repita o processo, acamando os discos de massa uns em cima dos outros. Não pincele a última camada.

Estenda agora este amontoado de camadas de massa até obter um círculo com cerca de 1 cm de espessura.

Ajudando-se de uma régua e de uma faca afiada ou de um cortador de pizza, divida o círculo de massa em 12 partes. O mais fácil é dividir em quatro e, depois, cada quarto em três.

Faça um pequeno corte na base de cada triângulo para ajudar a formar as “orelhas” do croissant.

Enrole cada triângulo, esticando as pontas, dando forma aos croissants.

Distribua os croissants por dois tabuleiros forrados com papel vegetal para que estes fiquem bem espaçados.

Cubra com um pano e deixe repousar até os croissants duplicarem o seu tamanho. Pode recorrer ao forno se este tiver função de levedar ou, então, pré-aquecê-lo nos 50 ºC, desligar e deixar apenas a luz acesa.

Pré-aqueça o forno nos 200 ºC.

Dilua a gema num pouco de água ou leite e pincele os seus croissants, com cuidado, antes de os meter no forno.

Depois de colocar os croissants no forno, reduza a temperatura para os 180 ºC e deixe cozer por cerca de 20 minutos, ou até que tenham um tom dourado.

Notas: Se quiser desfrutar de uns deliciosos croissants acabados de fazer, mas sem ter sempre esta trabalheira, pode, depois de lhes dar a forma, dispô-los num tabuleiro e levar ao congelador. Assim que estiverem congelados, retire-os do tabuleiro e guarde num saco com fecho hermético dentro do congelador.

Quando quiser croissants ao pequeno almoço, basta retirá-los do congelador na noite anterior e deixar descongelar no frigorífico. De manhã, retire-os do frigorífico e deixe-os à temperatura ambiente enquanto aquece o forno.

Pode também congelar os croissants depois de prontos, embrulhando-os individualmente em película aderente. Depois, basta descongelar a temperatura ambiente, ou no forno pré-aquecido.

#euaprendocomPiiCiEMora

#AcessoAoPatrimónioDeNorteASul - Verão 2020

14.08.20, PiiCiE Mora

Entre 27 de julho e 30 de setembro de 2020 está em vigor um novo programa de descontos no acesso a museus, palácios, monumentos e sítios arqueológicos nacionais.

Resultante de um protocolo assinado entre a Direção - Geral do Património Cultural (DGPC) e as Direções Regionais de Cultura (DRC), este programa permite visitar, com condições especiais, todos os monumentos e museus sob a dependência destas entidades, num total de mais de 60 em todo o país - estando asseguradas as medidas de proteção e segurança dos visitantes.

O Alentejo
 conta com três itinerários no âmbito deste programa - 'Região Alentejo''Alentejo - Algarve' e 'Arqueologia' - e integra 9 equipamentos culturais, entre os quais  o Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo, em Évora, sob tutela da DGPC e os restantes afetos à Direção Regional de Cultura do Alentejo, designadamente: o Sítio Arqueológico de Miróbriga, no concelho de Santiago do Cacém; o antigo convento e ruínas romanas de S. Cucufate, no concelho de Vidigueira; o Museu de Beja; a Torre/Paço do castelo de Evoramonte, no concelho de Estremoz; os castelos de Elvas e de Viana do Alentejo, a Villa Romana de Torre de Palma, no concelho de Monforte e a Gruta do Escoural, no concelho de Montemor - o - Novo.

Consulte aqui mais informação e a lista completa dos itinerários e sítios de património incluídos em cada um, bem como respetivos preços promocionais praticados ao abrigo deste programa.

 Cartaz - Acesso ao Património de Norte a Sul/ de Sul a Norte - Verão 2020

Fonte: http://www.cultura-alentejo.pt/destaques,0,5802.aspx

#euaprendocomPiiCiEMora

#DiadeSãoMaximiliano

14.08.20, PiiCiE Mora

Hoje a Igreja celebra São Maximiliano Maria Kolbe, o mártir da ...

Maximiliano Kolbe Maria foi um presbítero e mártir. Nasceu na Polónia a 8 de janeiro de 1894, sendo batizado com o nome de Rajmund Kolbe. Terá recebido uma visão de Maria aos 10 anos de idade, que o marcaria para a vida. Ingressou aos 13 anos na Ordem dos Frades Menores Conventuais e aos 21 torna-se Frei Maximiliano "Maria" Kolbe.

O seu amor a Maria não se ficou pelo nome: Maximiliano criou uma tipografia católica, editando revistas marianas com tiragens elevadas e iniciou uma emissora de rádio católica, mesmo sofrendo de tuberculose. O seu esforço de divulgação católica estendeu-se até ao Japão, mas com o eclodir da Segunda Guerra Mundial teve de regressar à Polónia, onde acabou por ser preso e enviado para o campo de concentração de Auschwitz.

Em Auschwitz, Maximiliano ofereceu-se para tomar o lugar de um outro prisioneiro sorteado para morrer à fome. Sobrevivendo por duas semanas, Maximiliano foi morto com uma injeção venenosa no dia 14 de agosto de 1941, para desocupar o lugar para outros. O seu compatriota João Paulo II canonizou-o em 1982 em Roma, numa cerimónia onde esteve presente o sobrevivente do campo de concentração que São Maximiliano se ofereceu para tomar o lugar.

São Maximiliano Kolbe é o padroeiro dos eletricistas, da rádio amadora e dos esperantistas.